O técnico do CRB, Marcelo Cabo, elogiou a postura da equipe após a vitória suada sobre a Ponte Preta na tarde deste sábado, 24, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pela 18ª rodada da Série B do Brasileirão.

Em entrevista depois do confronto, Cabo destacou as alterações que teve que fazer antes e no decorrer do jogo e falou da vontade do time na partida que classificou como “emblemática”. “Quero parabenizar o grupo pelo caráter, pelo que fizeram hoje, pelo que criaram nas circunstâncias que tivemos. Foi uma vitória da garra, da raça, da alma de uma equipe que tem competido bastante”, reforçou.

Lembrou a importância da vitória nesta rodada, já que o Galo vinha de um resultado negativo contra o Figueirense e estava enfrentando um time na zona na classificação (G4).

“Começamos o jogo equilibrados, fizemos marcação, mudanças. A Ponte foi melhor na primeira metade do 1º tempo e, na segunda metade, a gente foi melhor”, colocou. Disse que o Galo teve que realizar trocas no segundo tempo por desgaste, como as de Pablo Dyego, Claudinei e Igor, elogiou as alterações, mas admitiu que o cansaço chegou nos últimos minutos da etapa final. “Competimos muito, o grupo disputou e a entrega foi grande”.

Finalizou destacando a necessidade da conquista e dos três pontos. “Vitória importante para encostar no G4. Agora é trabalhar para recuperar os jogadores”.

Pouco antes do início da partida o clube anunciou que os atletas Reginaldo Jr, Moacir e Safira foram diagnosticados com Codiv-19 e não foram relacionados para o confronto.

(Crédito da foto: Globoesporte.com)