Os oito clubes que participam do Campeonato Alagoano da primeira divisão
reuniram-se nesta terça-feira, 17, com a Federação Alagoana de Futebol (FAF), para discutir a suspensão do evento.

Como uma das recomendações, a FAF orientou os dirigentes a adotarem medidas de prevenção ao Coronavírus (COVID-19) nos ambientes de treinamentos e concentração de atletas. Também foi discutida a possibilidade de liberação ou não dos atletas por parte dos clubes.

Paralisação

Sobre o assunto, o Clube de Regatas Brasil (CRB) já decidiu nesta terça paralisar as atividades do futebol profissional por seis dias e da base até o dia 2 de abril. O futebol profissional para por seis dias ou por um prazo maior por tempo indeterminado, caso existam alterações no protocolo de ação por parte das entidades competentes.

Já a Diretoria do CSE deve definir até esta quarta-feira se dará férias aos jogadores. Segundo o Portal Esportesaqui, mesmo dando férias ao elenco, os jogadores residentes nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Bahia e Goiás ficarão proibidos de viajar neste período.

Outros clubes devem divulgar ainda esta semana sobre a paralisação ou não dos treinos de suas equipes.

Atividades suspensas

A FAF convocará uma nova reunião para o fim deste mês para discutir a situação do Coronavírus no Estado. A entidade suspenderá as atividades a partir de amanhã até o dia 31 de março, concedendo férias coletivas aos seus colaboradores.

Estiveram presentes representantes do CSA, CRB, CSE, ASA, CEO, Jaciobá, Coruripe e Murici.

(Crédito da imagem: FAF)