Apesar de achar prematuro o retorno dos jogos, a Agremiação Sportiva Arapiraquense (ASA) já trabalha para uma volta aos gramados. Enquanto aguarda uma posição sobre o reinício do Campeonato Alagoano, que pode ocorrer no final do mês de julho, o clube vem realizando reuniões e tomando decisões para montar um time competitivo e com um investimento que não afete suas contas.

Em conversa com o Amistoso AL, o vice-presidente financeiro do clube, Cledison Santos, afirmou que, de fato, a equipe já está se organizando para a volta, inclusive fazendo contato com possível treinador e atletas.

Na quarta-feira, 8, houve uma reunião com a diretoria e na pauta estavam questões sobre o retorno e como seriam realizados o planejamento e o plano de ação. “Discutimos sobre vários assuntos, mas o principal foram os reflexos que uma volta ocasionaria. Não só de impulso financeiro como sobre aspectos de logística e ações de retorno, que demandam o reinício do campeonato”, diz.

Questionado sobre a escolha do treinador, Santos afirmou que os próximos passos serão fazer a contratação do técnico para, junto com a diretoria e comissão técnica, realizar a montagem do plantel da melhor forma e galgar bons resultados na competição.

Ele confirmou o contato com Lorival Santos, treinador do ASA até o início da pandemia, porém explicou que algumas incompatibilidades contratuais dificultaram o acerto. “Não pudemos celebrar o contrato. Algumas coisas não estavam de acordo com o solicitado. Nós agradecemos o trabalho de Lorival e vamos fazer novos estudos e partir para uma próxima opção”. Nesta quinta-feira, o ex-técnico fez uma publicação em rede social informando sobre a procura do alvinegro e comunicou que, por questões de contrato (e não financeiras), não foi fechado o retorno. Agradeceu a honrosa oportunidade de ter dirigido o ASA e ressaltou que, apesar de distante, está sempre na torcida pelo “Gigante”.

Atletas

O dirigente reafirmou que primeiro a intenção é encontrar um treinador e com sua chegada satisfazer as posições e peças que ele precisar, em uma viabilidade financeira para formar um time competitivo e que possa representar com honradez o clube. “Já estamos nos movimentando no mercado para formar um time realizável, porém com jogadores que honrem a camisa de um time do tamanho do ASA”, concluiu.

Após a produção dessa reportagem a assessoria do ASA nos confirmou que o clube contratou o treinador Léo Goiano para dar continuidade aos trabalhos no Campeonato Alagoano. Goiano teve passagem pelo Vila Nova, Atlético, Remo e Santa Cruz, no Rio Grande do Norte (RN. Também passou por times de outros países como Arábia Saudita (Al-Khalee e Al Jazirah), Equador (Maracá) e no México (Guerreiros Acapulco).

(Crédito da imagem: Ascom ASA)