O ASA tem uma difícil missão nesta quarta-feira, 26, às 16 horas, no Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. Isso porque ele precisa vencer o CSE por uma diferença de dois gols para conquistar a vaga da seletiva para a Copa do Brasil ou, ao menos, obter a vantagem de um gol para levar a partida para as penalidades.

Como a equipe de Palmeira dos Índios venceu o jogo de ida no domingo, por 2 x 1, no Juca Sampaio, o Tricolor vai para a partida precisando apenas empatar para ficar com a vaga. Mas o alvinegro promete oferecer dificuldade, já que realizou, nesta terça, treino de portões fechados para imprensa e seu torcedor.

O técnico Ademir Fonseca, porém, terá que se reinventar e realizar mudanças necessárias na formação do elenco, já que o Fantasma entra em campo com três baixas importantes: Gabriel, Lázaro e Tiago Potiguar, que receberam o terceiro cartão amarelo. O atacante Daivisson segue no Departamento Médico e também não joga nesta quarta. Mas nem tudo é negativo. O volante Zé Wilson, que passou um período afastado, retornou ao elenco e deve ser titular.

Apesar das dúvidas e incertezas para a partida, o certo é que o torcedor terá fortes emoções no jogo que vai muito além de uma disputa. É clássico! E mais: o vencedor terá direito a embolsar a cota de R$ 560 mil reais pela participação na primeira fase da competição.

Possível formação da equipe para a partida contra o CSE: Dida; Joaninha, Caique, Marcelo e Ítalo; Zé Wilson, Johnnathan e Carlos Magno; Fernandinho, Edson Kapa e Vinícius.

Com informações do radialista Clevânio Henrique

Crédito da foto: (Ascom ASA)