Os recomeços, normalmente, vêm carregados de esperança e da expectativa de que uma nova etapa está por vir. E é com esse intuito que o Esporte Clube Cruzeiro de Arapiraca retorna, após 23 anos parado, promovendo e estimulando o desporto da juventude arapiraquense e resgatando a paixão de sua torcida.

O clube encerrou suas atividades em 1996 após figurar, por anos, no cenário esportivo estadual. Chegou a disputar a Copa do Nordeste, foi campeão da Divisão de Acesso e também participou da Série A do Campeonato Alagoano. Foi, inclusive, o time que revelou o goleiro Dida, que fez parte da equipe pentacampeã mundial.

Em entrevista à reportagem do Amistoso AL, o presidente do clube, Joel Rocha, disse que o “novo” Cruzeiro vem com a proposta de somar esforços no sentido de promover o esporte na cidade e dar oportunidade aos jovens da região. Atualmente o time está focado nas categorias de base sub 15, sub 17 e sub 20 e nos campeonatos voltados a essas faixas para, a partir de 2021, investir na disputa da Segunda Divisão. “Nossa intenção é retornar aos campeonatos profissionais, mas vamos fazer tudo com muito planejamento e paciência e deixar nossos jogadores amadurecerem”, comentou.

O presidente contou que além do investimento nas categorias de base masculinas, que possuem 41 atletas, o clube também tem foco importante no futebol feminino. Hoje o Cruzeiro possui 27 meninas treinando na base do clube. “Fizemos um peneirão ano passado e tivemos uma procura excepcional. Chegamos a receber 360 garotos de várias partes do estado e também de muitos lugares do Nordeste. Isso só comprova a seriedade do trabalho feito e a credibilidade que estamos construindo”.

Em consequência disso, segundo ele, alguns garotos já vêm sendo sondados por equipes de reconhecimento nacional, como Bahia, Sport e, também, o Corinthias Paulista, cujos representantes viajaram até Arapiraca para conferir o desempenho.

Foto: Ascom Cruzeiro

Trabalho Social

Fora de campo o Cruzeiro também é atuante. O dirigente fala que, com apenas um ano de existência, o time já tem projetos sociais relevantes no município. Ações como a distribuição de máscaras realizada recentemente para evitar a disseminação do Coronavírus também estão em sua programação. “Estamos promovendo uma campanha de distribuição de máscaras e, somente hoje (sexta-feira), conseguimos distribuir uma média de 200 unidades”.

Foto: Ascom Cruzeiro

Estrutura

Joel Rocha ressaltou o empenho da diretoria e parceiros do clube em proporcionar um ambiente próspero e uma estrutura que pudesse favorecer o desenvolvimento dos atletas. Explica que antes mesmo de o time recomeçar as atividades o grupo já vinha preparando as bases e o suporte oferecidos hoje aos jogadores. O clube já conta com Centro de Treinamento, que inclui campo e duas piscinas; departamento médico, roupeiro e uma equipe de profissionais à disposição das jovens promessas. “Com a colaboração dos nossos parceiros podemos oferecer o que temos de melhor. Mas é preciso destacar que só se pode construir um trabalho sério com muita organização. Nenhum clube sobrevive sem solidez”, coloca.

Para concluir a entrevista o dirigente fez questão de ressaltar a necessidade da união da cidade na intenção de contribuir com o avanço local. “Arapiraca tem lugar não só para dois, mas para muitos clubes de futebol. Acredito que as torcidas e os times devem ser unidos e não rivais. Não viemos para disputar espaço ou dividir, viemos para somar esforços e contribuir com o ambiente esportivo do município, que é o lugar de um povo bom e apaixonado por futebol”.

(Crédito das imagens: Assessoria)