O duelo entre ASA e CSA na próxima quarta-feira, às 16 horas, promete esquentar a temperatura do Coaracy da Mata Fonseca. O clássico irá marcar a volta do Campeonato Alagoano, após a paralisação provocada pela pandemia, e será decisivo principalmente para o alvinegro arapiraquense, que precisa vencer o Azulão para buscar a classificação às fases finais.

Em entrevista na página oficial do clube, o técnico Léo Goiano diz estar convicto que pode fazer um bom resultado em casa. “Desde o primeiro dia a gente procurou construir uma maneira de jogar competitiva, organizada, com uma identidade muito clara e objetiva. Os atletas têm conhecimento tático muito grande e facilita o nosso trabalho. Então, agora é fazer os últimos ajustes para a nossa estreia”, colocou.

Na tarde desta segunda-feira, 27, o técnico e dezessete atletas tiveram seus nomes divulgados no BID da CBF e estão aptos a jogar. Segundo a assessoria, existe a previsão de que mais atletas sejam divulgados durante a semana. Um dos que tiveram o nome regularizado foi o zagueiro Lucas Castilho, que já pode defender o ASA no clássico de depois de amanhã.

A equipe arapiraquense montou time novo, diferente daquele que ganhou a Copa Alagoas e iniciou o Estadual. Vem treinando há cerca de 15 dias e, apesar do pouco
tempo, seu comandante acredita em um resultado positivo. “Nós trouxemos jogadores com este perfil. Atletas competitivos, acostumados a vencer campeonatos e é um desafio grande. Vamos enfrentar uma grande equipe, mas nós temos que trabalhar com qualidade e compromisso. É o que estamos fazendo nesses dias de treino”.

O ASA, que tem quatro pontos e está em sétimo lugar na tabela, poderá entrar em campo com a seguinte formação: Deola, Wander, Martony, Charles e Jakinha,
Moreilândia, Eberson, Sapé e Jaime, Maranhão e Leandro Cearense.

CSA

A equipe azulina possui uma expressiva vantagem quando se pensa em tempo de treinamento e adaptação. O time voltou a treinar presencialmente há mais de um mês e tem a seu favor também um plantel que, relativamente, já se conhece.

Antes da paralisação venceu o Freipaulistano por 4 x 0 pela Copa do Nordeste e, na volta da competição, desbancou o ABC por 2 x 0 e saiu da lanterna da competição. Com foco agora para o campeonato Brasileiro da Série B e para o Alagoano, o azulão parece começar a ganhar entrosamento para e sequencia de jogos.

Contra o ABC estiveram de fora o volante Geovane e os meias Renatinho e Andrigo, que estão lesionados. O atacante Rodrigo Pimpão também não jogou a última partida, mas deverá estar à disposição do técnico Eduardo Batista na partida contra o ASA.

O Azulão do Mutange entrou em campo contra o ABC com Thiago Rodrigues, goleiro, Alan Costa e Luciano Castán como zagueiros, Norberto e Diego Renan nas laterais, Márcio Araújo, Yago e Andrigo no meio campo e Allano, Rafale Bilú e Michel Douglas no ataque. Contra o ASA a equipe poderá sofrer alterações pontuais, uma vez que algumas peças poderão estar disponíveis para Eduardo Batista já esta semana.

O time está na terceira posição, com dez pontos, e joga pela permanência na parte de cima da tabela para seguir rumo ao tricampeonato estadual.

O árbitro da partida será Rafael Carlos Salgueiro-AL, tendo como auxiliares Ana Paula dos Santos e Áldrin Freire Costa Matias. Wiomar Santana de Oliveira será o quarto árbitro.

(Crédito da imagem: Ascom CSA)